Seja o quarto Jardim

 blog 37

Seja o quarto Jardim

Deus fez um jardim, e nesse jardim Ele criou o homem para que nele habitasse, se deleitasse e tivesse uma relação de intimidade com seu Criador. Nesse local, todos os dias, Deus conversava com a sua criação, até que um dia, o homem e a mulher, se esconderam da presença do Senhor, devido à sua desobediência. O final dessa história todos sabem: a queda do ser mais perfeito da criação, a queda do ser humano. No Éden fomos formados e no Éden também caímos. Esse é o primeiro jardim.

Milhares de anos se passa, e outro jardim entra em cena, um que o nosso Senhor Jesus ia sempre para estar a sós com o Pai, para passar horas em oração com nosso Deus. Mas há um dia, nesse local, em que Jesus entra em profunda agonia chegando a suar sangue (isso não é sentido figurado, nem uma hipérbole), pois sabia o que estava para acontecer com Ele: a morte de cruz. E mesmo em profunda angústia, Ele continuava a orar ao Pai, ainda com maior intensidade. Após esse momento, chega seus algozes: sacerdotes, religiosos, guardas romanos e Judas – um dos seus discípulos – para prendê-Lo. E qual o crime que Ele cometeu? Fazer o bem, amar incondicionalmente, dar vida aos desprezados, curar as mazelas físicas e espirituais dos necessitados, ensinar o verdadeiro sentido da existência humana e indicar O Caminho da vida eterna. Esse foi seu crime. Nesse jardim chamado Getsêmani, o mesmo que Jesus tinha profunda comunhão com Deus, foi o mesmo que antecedeu seu Calvário. Esse é o segundo jardim.

Vamos ao terceiro jardim. O jardim que assistiu ao acontecimento mais sublime que essa Terra poderia presenciar. Nosso Senhor foi crucificado e após terem tirado o Seu corpo do madeiro o envolveram num lençol de linho e depositaram num sepulcro novo que ficava num jardim. Até que, ao terceiro dia, numa manhã de domingo, várias mulheres foram até esse jardim atrás do corpo do seu Senhor para embalsamar – esse era um costume da época -, mas chegando, acharam a pedra do túmulo removida e o sepulcro vazio. É quando dois anjos lhes aparecem e diz: “Por que buscais entre os mortos aquele que vive? Ele não está aqui, mas ressuscitou” (Lucas 24:5,6). E dessa forma, o terceiro jardim presenciou o corpo sem vida do Salvador e alguns dias depois, sua ressurreição e nossa vitória, a vitória dos que creem nEle para a salvação da alma.

Chegamos então ao quarto jardim… Que Jardim é esse e como ele foi formado? Na realidade sua formação foi determinada pelos acontecimentos dos três primeiros jardins…

Um jardim comum é um ambiente que precisa ser sempre bem cuidado, onde a terra é preparada, limpa e adubada para só depois se plantar as mudas e sementes, e então o jardineiro cerca o local para protegê-lo e fica observando o ataque de possíveis insetos. Onde ele sempre está podando as plantas e retirando as sujeiras para que o jardim fique bem cuidado e bonito. Pois é… Esse quarto jardim somos nós: Jardim Fechado do Senhor, local onde Ele tem livre acesso, onde Ele é, ao mesmo tempo, o dono e o jardineiro. Nesse jardim particular, nosso Deus planta o que quer e arranca o que quer, Ele nos rega e cuida de nós para que a gente floresça e dê frutos.

O problema é que esse jardim está sendo aberto à muitos visitantes, não é mais um local particular, está sendo contaminado pelo mundo ao redor, está sendo muitas vezes destruído pelo inimigo…

Nós percebemos então, quê: no primeiro jardim, houve a criação do ser humano e aqui ele tinha plena comunhão com Deus até que ele desobedeceu e caiu; no segundo, Jesus tinha íntima comunhão com Deus e foi onde prenderam nosso Senhor; no terceiro, puseram o corpo do Senhor e Ele ressuscitou. E o quarto jardim como está? Estamos sendo esse jardim que o nosso Deus espera de nós, onde Ele tem total acesso, quer cuidar de nós e estabelecer uma relação do intimidade?

“Serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam” (Isaías 58: 11b)

Precisamos ser um jardim fechado do Senhor!

Anúncios

2 comentários sobre “Seja o quarto Jardim

  1. Amém! Que eu possa ser meu Senhor o seu Jardim onde possas achar prazer! Bjo amiga! Linda reflexão! Deus continue te usando e capacitando para Sua Boa obra!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s